sábado, 11 de junho de 2011

O que são as ordenanças da lei?

“Na sua carne desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar em si mesmo dos dois um novo homem, fazendo a paz”. (Efésios 2:15)

E abolindo em sua carne a lei com seus mandamentos

(Efésios 2;15)

Que ordenanças eram essas? Quer mesmo que eu responda? Então lá vai uma delas:

(Hebreus 7; 5) E os que dentre os filhos de Levi recebem o sacerdócio, têm a ordem, segundo a lei, de tomar o dízimo do povo, isto é, de seus irmãos, ainda que tenham saído dos lombos de Abraão”.

(Romanos 10;4) “Porque o fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê”...

Cristo aboliu a lei com suas ordenanças, e uma delas era o dízimo. Dízimo cobrado para um crente que se diz estar alicerçado na graça não é nada mais que um embuste, uma maldição ressuscitada e ensinada como doutrina para o corpo de Cristo.

(OBS: perguntar não ofende: (Tiago 2; 10) “Porque qualquer que guardar toda a lei, e tropeçar em um só ponto, tornou-se culpado de todos”; sendo assim por que os idólatras do dízimo não guardam o sábado e nem praticam a circuncisão (outras duas ordenanças semelhantes à do dízimo)?.

Nenhum comentário:

Postar um comentário