segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Ataque aéreo conduzido por Israel a Base de Mísseis no Sudão árabe é um preparativo para um ataque ao Irã


29 de outubro de 2012


Esta quarta-feira passada, ninguém informou que um esquadrão de oito caças israelenses F-15 e  destes 4 jatos despejaram duas toneladas de bombas sobre a fábrica gigante de mísseis Yarmouk, nos arredores de Cartum a capital  do Sudão árabe. Que é assim como Israel queria.  Porque o que de outra forma seria uma incursão provocadora que equivale a guerra (se apenas o Sudão não fosse um caso perdido de país), não era nada menos do que um. Pelo menos de acordo com as Sunday Times . "Um bombardeio israelense  de longo alcance  na semana passada que foi visto como um ensaio para um ataque iminente contra instalações nucleares do Irã destruiu uma fábrica iraniana de gerência que conveccionava foguetes e mísseis balísticos no Sudão .... O ataque, em que duas pessoas morreram, provocou pânico em toda a cidade.Testemunhas disseram ter ouvido uma série de explosões altas seguidas pelo som de munição explodindo.  "Foi um impacto duplo - a explosão da fábrica e depois a munição a voar para o bairro", disse Abd al-Ghadir Mohammed, 31, um residente.  "O chão tremeu. Algumas casas foram seriamente danificadas. "E ... ninguém se importa.  Aqui deixamos isso para os leitores a imaginar o horror épico de repulsa profunda, que provocaria a notícia de que o Irã havia realizado um ataque preventivo contra Israel por explodir uma fábrica de mísseis na Turquia, matando duas pessoas inocentes, apenas para ter certeza de que ele pode .
  Um resumo visual do ataque:
Israel Conducts Air Strike On Sudan Missile Base In Dry Run For Iran Attack  Israel%20attack 0
  Isto é o que restou da fábrica da Sudão árabe após o ataque auto-denomidado israelense vigor e  punição ( fronteiras nacionais são para idiotas) foi feito com ele:
Israel Conducts Air Strike On Sudan Missile Base In Dry Run For Iran Attack  dry%20run%20israel
E o post  completo da operação que ocorreu quatro dias atrás, através de Voz da Rússia :
O ataque ocorreu no início da manhã de 24 de outubro, quando oito jatos israelenses F-15I - quatro deles com uma tonelada de bombas, escoltados por quatro caças - atingiram com um míssil gigantesco a Yamrouk. A prova é que esta ação é ​​um ensaio geral antes do ataque israelense a instalações nucleares iranianas.

De acordo com fontes ocidentais de defesa, o voo de retorno de 2.400 milhas levou quatro horas para os israelenses , com os jatos voando para o sul ao longo do Mar Vermelho.  Os aviões entraram no espaço aéreo sudanês do leste para evitar as defesas de mísseis do Egito .

A operação anti-Irã começou há dois anos, quando agentes do Mossad assassinaram um empresário palestino e de uma highflyer do HAMAS, Mahmoud Al-Mabhouh, em um hotel em Dubai, recuperando uma mala com um acordo militar entre o Irã e Sudão,  onde Cartum ofereceu a Teerã  suas instalações militares para fazer armas.

A instalação Yamrouk produzia  mísseis balísticos Shahab, que foram então para ser entregues a rebeldes do Hamas na Faixa de Gaza e de outras regiões do Oriente Médio.
Em outras palavras: adicionar a invasão israelense ao Irã sobre o "fazer" a lista, ao lado do Grexit, o pedido de socorro oficial espanhol, o Congresso chinês, o  novo aumento das tensões territoriais entre Japão-China , sobre o penhasco Fiscal  e o teto da dívida em violação, tudo deslizará para baixo o mais rapidamente possível após a eleição 6 de Novembro.
Fonte: UND

sábado, 27 de outubro de 2012

2013 itália começará à abadonar o dinheiro covnencional

Itália proíbe transações em dinheiro acima de 50 euros para 2013


O Conselho de ministros italianos votaram a favor do aumento do controlo de capital, mediante a proibição de dinheiro da moeda, nas transações a partir dos 1000 euros (medida que se mantem atualmente em vigor desde Julho de 2012) em qualquer transação acima dos 50 euros.

A Itália é o primeiro país a anunciar o controlo sobre transações de capital, mediante restrições e proibições para as transacões, nos próximos dois - três  anos.


Desde 2013 os cidadãos italianos e quem visite Itália, não poderá pagar quantias superiores aos 50 euros, só com cartão de Débito ou de Crédito. Isso foi o que decidiu o Conselho de ministros italiano.

Supõe-se que tomem esta medida para eviatr a lavagem de dinheiro e pagamentos com dinheiro negro. A Agenda de controlo da Nova Ordem Mundial, tem a eliminação do dinheiro como ítem de destaque. Ao fim e ao cabo, eliminar dinheiro metálico obrigará os cidadãos a utilizar dinheiro de plástico do banco, para qualquer compra-venda, que se faça em qualquer momento.  Isso, além de transferir grandes somas de dinheiro  para o sistema bancário, pois implica o gasto dos usuários em comissões e taxas para os poder usar o que resulta na soma de quantias astronómicas para a banca
Mas o objectivo real, como sempre, não é económico, mas tem a ver com o controlo absoluto dos nossos movimentos e decisões.Neste ponto na entrevista de Alex Jones Aaron Russo, que se tornou um Rockefeller íntimo, Russo explica que "objetivo" da agenda de controle.


A Suécia já funciona quase sem cash, como poderão ver nesta pequena reportagem e a Europa seguir-lhe-à os passos.

Itália acaba de dar mais um grande passo na execução da Agenda 21, ou agenda de controle do dineiro circulante

Fonte: UND

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

O Exterminador do Futuro do Brasil


A primeira parte do vídeo é bem interessante, fala de uma eralidade não muito distante.

sábado, 20 de outubro de 2012

UFO NO BRAZIL estamos perto da Grande operação do Erro



07/10/2012 - Mais um UFO é avistado no Brasil.

Homicida confesso e “cristão” se aposenta com elogios e 36 mortes no currículo


Notícia: Ele sabe que tem sangue nas mãos. “Mas não tenho o sangue de nenhum inocente.” A cada frase, o tenente-coronel Paulo Adriano Lopes Telhada cria uma polêmica. Há muito tempo ele é assim. O riso fácil, o carisma com a tropa e a mesma forma de cumprimentar: “A paz de Deus, irmão”. O homem que tem 29 processos por homicídio – 36 mortes em ação – e 80 elogios em sua ficha se diz um soldado de Cristo...
Fontes: Estadão e Pavablog (Leia a matéria inteira)


Por Luiz F. Galeno

Ele se diz um soldado de Cristo…”

Soldado de Cristo, guerreiro de Cristo, militar de Cristo. São nomenclaturas que jamais existiram, nem mesmo em sonho na mente dos seguidores de Yeshua em sua fase primitiva (século I). Contudo, esta ética fora encorporada no interior dos discípulos de Jesus com a scenção do imperador Constantino no poder do império romano. A premissa: soldado de Cristo repousa na ideologia inaugurada pelos pobres cavaleiros de Cristo e do templo de Salomão, ou Cavaleiros Templários. É isso que devemos ter em mente quando vemos militares se auto declarando seguidores de Jesus; a ética de um militar de Deus, de um cavaleiro de Cristo que luta em nome de Deus, que tem Deus em seu coração quando mata, que promove portanto em seu exercício profissional uma legítima guerra santa, ou como conhecemos hoje em sua forma árabe: Jihad. O conceito de guerra santa nasce da prerrogativa divina ao homicídio. A justificação do homicídio vem de Deus e com uma finalidade estabelecida: a finalidade e os meios para alcançá-la são justificadas divinamente.

“Os templários são assim, notáveis por terem criado uma ideologia duradoura, que fundiu dois ideais comuns da sociedade medieval, a cavalaria e o monasticismo, e transformou-os num código para uma comunidade de monges-guerreiros

Edward Burman. Templários, os cavaleiros de Deus. Pag. 29.


Em resumo, os templários misturaram a fé cristã com o militarismo. Cavalaria e monasticismo representam essas duas categorias que se fundiram naquele dado tempo histórico e perpetuando para sempre a herança de sangue no cristianismo. É daí que surge a ideologia militarista cristã consolidada!

Os dois alicerces da ética política/militar

Ele sabe que tem sangue nas mãos. “Mas não tenho o sangue de nenhum inocente”. A prerrogativa que justifica, ou seja; torna justo todos os homicídios cometidos pelo tenente coronel Paulo Adriano Lopes é a inocência. O inocente deve viver, o culpado deve morrer. A sentença de morte é justa através da imputação de culpa. Vamos pensar mais profundamente em que se fundamenta esse raciocínio:

1º – Os fins justificam os meios

A finalidade que a ação humana está endereçada é a importância primária do agir, assim a forma, o veículo, o meio pelo qual o indivíduo alcançará o seu fim é à priori considerado justo. O único valor moral fixo é conseguir alcançar a finalidade desejada; que é na verdade um valor pragmático e completamente vazio. Esse tipo humano não possui moral fixa, regente em todas as instâncias de sua vida. Não há um escopo ético no qual ele rege as suas ações em sociedade; NÃO! Tudo é justo, conquanto que o fim seja alcançado. Está a regra existencial do político, escrita por Nicolau Maquiavel, no século XVIII.

2º – O objeto justifica a ação

Vale lembrar que essa ética, construída em cima do “ele era bandido mesmo, devia morrer…”, é a mesma empregada, porém de forma oculta, aos defensores do aborto, pois segundo eles, tendo a mulher a soberania sobre o seu corpo, tem o poder de desejar não ter aquele filho, de não querer criá-lo; logo, ele devia morrer, pois eu que sou mãe biológica não estou preparada para ser mãe, não quero enfrentar isso agora, tenho minha vida pela frente, não posso e não quero ter um filho agora… Conclusão: aborto, sentencio o feto à morte porque ele é inconveniente à mim, não quero ter a presença dele neste mundo. A lógica não é a mesma? A morte de um bandido não é também assim desejada, celebrada e justificada por ele ser um inconveniente social? Os dois casos, embora distintos, obedecem à lógica de que a ação mortífera se justifica pelo objeto que à recebe. E o objeto é um inconveniente social.

Religiosamente falando, de onde vem essa ética?

“Se o ladrão for achado roubando, e for ferido e morrer, quem o feriu não será culpado do sangue”.

 Êxodo 22; 2


Essa ética expressada pelo militar cristão é proveniente do mundo judaico, teologicamente chamado de “antiga aliança”. Se um militar, com seu caráter religioso se diz judeu ou mulçumano, ele está completamente coerente com sua matriz ideológica e comportamental. Todavia, a anomalia se registra quando este se diz seguidor de Jesus. Quando ele é um homem igual ao judeu e ao mulçumano mas se confessa como cristão (cristão como sendo procedente de Cristo e não do cristianismo) é que temos a ocorrência desta anomalia. O judeu e o mulçumano, como representantes do homem natural, não respondem pela ética criada por Yeshua. É completamente coerente que eles queiram matar, roubar e destruir, como fazem e sempre fizeram ao longo da história.

O Cristianismo é uma religião pagã! Como todas as outras…

À pouco mais de um mês eu publiquei uma nota de repúdio á psicóloga Marisa Lobo, e nela, eu indicava categoricamente que aquele evangelho disseminado pela conduta da referida psicóloga não procedia da teoria e da prática de Jesus. Porém eu também me limitei à ela, mas estendi esta declaração à grande parte dos evangélicos do Brasil. Bem, não demora muito e vemos uma notícia dessa, de um assassino que se diz um orgulhoso seguidor de Jesus.
Este é o tamanho da patologia que inunda o meio cristão protestante/evangélico. Uma mente que já não consegui estabelecer vínculos de coerência, de legitimidade segundo princípios lógicos para assim gerar uma ética unilateral. Eu atesto que a mente do ser humano cristão está completamente corrompida. Todavia, o tenente coronel passou por um período de conflito interno, como descrito na matéria, aonde ele teve de pedir orientação à seu sacerdote, o pastor, e de certo que o sacerdote lhe reproduziu a teoria oficial do cristianismo do qual ele e toda a tradição reformada comunga: essa é a sua profissão meu filho, você pode matar e ter a consciência tranquilha; que Deus te abençoe Isso é Roma reformada: a essência do cavaleiro templário permanece no coração e na mente dos protestantes (evangélicos).

Constantino: o militar e político que militarizou a fé em Jesus

Eu disse anteriormente que a ideologia militarista cristã se consolidou com o advento da rodem dos templários, porém ela se iniciou dentro da Ekklésia pela grande iniciativa do imperador Constantino.
Desse modo devemos ter esta mentalidade aguçada para detectar as fontes daquilo que estamos lidando. Não somente deste tenente coronel em que foi notícia no Estadão, mas de todo um enorme contingente de soldados “cristãos” evangélicos existentes no Brasil: a sua origem não reside no messias judeu, mas na tradição iniciada cerca de trezentos anos depois dele. O evangelho militar é a essência da mente de Constantino, é tipificação exata de Mitra.
Constantino seduziu a igreja com a idéia de paz. Basta de Mártires! O imperador nominalmente convertido proibiu a crucificação, a estigmatização na testa e a mutilação dos membros. Promulgou o decreto de Milan, no qual concedia os mesmos direitos de um cidadão romano aos cristãos, isto é; estava na moda naquela época, assim como hoje, os cristãos preenchidos de filosofia política exaltarem o discurso de cidadania, participação política, tendo em vista as preocupações materiais. Em meados de 313 d.C, os sacerdotes cristãos possuíam muitos privilégios, semelhantes aos sacerdotes pagãos; como isenção de prestação de serviços públicos e impostos, reconhecimento dos tribunais arbitrais e episcopais e o direito de receber heranças por parte da igreja. Porém, percebemos que todos os afagos e privilégios dados por Constantino possuíam uma estratégia de dominação por trás. Tudo o que ele fez requereu posteriormente uma contrapartida político/militar, o que ocorreu na reunião de Arles, organizada pelo próprio Constantino em 314 d.C, na qual ele promulgou um decreto oficial sobre a negação de serviço militar (comportamento da igreja primitiva dos séculos I e II): o decreto estabelece: “Os que em tempo de paz abandonarem as armas, serão excluídos da comunhão…”
Em cerca de 350 d.C, houve uma comunidade de cristãos primitivos na antiga Síria, chamada pelos historiadores de “O testamento do Senhor”, e nela, segundo escritos descobertos haviam as seguintes orientações doutrinais:

“Se alguém quiser ingressar na nossa comunidade e deseja ser soldado, tem que renunciar à este último desejo; quem e já for membro da comunidade e ingressar no exército será excluído, pois com isso desprezou à Deus, e o que iniciou em espírito e quer consumá-lo em carne, e se tem feito culpado de menosprezar a fé”.


Há farta documentação histórica que comprova o desprezo e rejeição dos cristãos primitivos à guerra e ao uso da violência. A inversão desse pensamento se deu com o progressivo enfraquecimento da ética deixada por Yeshua do final do século II e início do III e se confirmando com a ascensão de Constantino como imperador de Roma.

O que Yeshua ensinou sobre isso?

Yeshua continua o mesmo… Foram os homens que mudaram. A mente dos Homens se transformou, influenciada pelos mestres das ilusões para que eles não mais o reconhecesse.
A ética proposta por Yeshua em substituição á ética do Homem Natural (da antiga aliança: olho por olho e dente por dente) é a não violência :

“Eu, porém vos digo: não resistais ao mal, se alguém te bater na face direita oferece pois a esquerda… Ouvistes o que foi dito: amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo, mas eu porém vos digo: amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem”

Mateus 5; 38
Essa consciência só nascerá quando os indivíduos como estes entenderem que nós não somos iguais á todos os outros deste mundo (na questão espiritual), e á nós é exigido um comportamento e uma visão de mundo totalmente diferenciada, dada pelo próprio mestre. A anulação de forças contrárias; alguém agride e ao invés de eu devolver a agressão eu anulo aquela energia negativa recebida. Vale ressaltar que Yeshua nunca falou ou se comunicou com linguajar político, isto é; nunca proibiu a guerra, ele com seus ensinos construiu um novo Homem destituído de ódio e ressentimento, e portanto incapaz de matar o outro. Desse ponto de vista ele se aparenta muito mais com um psicólogo, pois preocupa com o estado interior dos homens, ao invés de citar casos exteriores.

“Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo, e odiarás o teu inimigo. Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus”

Mateus 5; 43,44
É possível um soldado amar seu inimigo? (Responda para si…)

A “grande ironia”

A grande ironia dessa história se dará se quando o tenente coronel Paulo Adriano Lopes morrer, se encontrar no mesmo lugar com todos os que ele executou… Será engraçado, se não trágico. Impossível? Creio absolutamente que não, e diria até que é mais que provável! Homicidas são homicidas, independente da profissão que lhes cinge os lombos. Não há nenhuma mística supranatural existente na carteira de trabalho que lhe santifica quando de um proceder  existencialmente. Esse é o escândalo e a loucura que representa o evangelho para a estrutura social dos Homens, e que os religiosos não combatem pois estão comprometidos existencialmente com o chão desta Terra.
Comédia e tragédia se misturam numa existência doentia, que enxerga num ato carregado de trevas a supremacia de sua missão terrestre enquanto ser vivente. Não tenho raiva, tenho pena de uma alma que raciocina desta forma. Não entendeu uma vírgula dos ensinos de Jesus; continua raciocinando como um judeu comum de dois mil anos atrás que ainda espera a vinda de seu messias.

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Wi-Fi pode detectar respiração e rastrear pessoas

O pesquisador Neal Patwari, da Universidade de Utah, descobriu que o sinal de Wi-Fi é levemente afetado pela respiração das pessoas. Segundo ele, é possível até detectar a localização de uma pessoa na sala só rastreando a rede sem fio. 

A descoberta aconteceu quando o pesquisador procurava uma forma do monitor que controla a respiração em pessoas hospitalizadas ser um equipamento mais confortável.
Foram colocados roteadores sem fio ao redor de uma cama de hospital e, somente com este equipamento, foi possível estimar, com precisão, a taxa de respiração de uma pessoa.

A tecnologia pode permitir que as pessoas descansem mais confortavelmente durante estudos do sono, sem estar ligado a máquinas por cabos e tubos.

Outra possibilidade, segundo o pesquisador, é que a rede sem fio seja usada para vigilância, já que é possível rastrear pessoas se movendo dentro de uma casa com precisão.


COMENTÁRIO A última hora

Como todo mundo sabe, tecnologias como esta são sempre inicialmente apresentadas como algo benéfico para a população, porém depois, décadas depois é que agente percebe que aquela mesma tecnologia será usada contra a própria população que à recebeu com um sorriso nos dentes. A maior parte das empresas prestadoras de serviço de internet de hoje em já oferecem seus serviços com moldem Wireless, isto significa, pelo menos, que daqui à uns cinco ou sete anos, podemos esperar que todos os moldens de internet no Brasil sejam Wireless, ou seja; com uma tecnologia de rastreamento bem dezenvolvida, todo lar brasileiro (por exemplo) estará completamente monitorado, o rastreeador, (concerteza será o Estado!) tornarse-a praticamente onisciente e onipresente, sabendo que dentro daquela casa, quem e aonde estão todos os moradores. Isto é a evolução máxima do Big Brother. É só esperar pra ver.

domingo, 14 de outubro de 2012

A última hora está chegando, preparem-se...

Extraterrestres? Aparição de Agroglifo em Ipuaçu-SC

Olá pessoal. Estou compartilhando com vocês este vídeo que é fresquinho e também ocorrido em Ipuaçu, Santa Catarina.


O primeiro agroglifo brasileiro de 2012
foto do local
A formação acaba de surgir em Ipuaçu, sempre em Ipuaçu, pelo menos duas semanas antes do que se esperava. Leia texto completo.

ESTÁ INICIADA A TEMPORADA DOS AGROGLIFOS BRASILEIROS DE 2012

A. J. Gevaerd, editor da Revista UFO
Com pelo menos duas semanas de antecedência em relação à data em que normalmente surgem os agroglifos de Santa Catarina – nos últimos dias de outubro e primeiros dias de novembro –, a primeira formação no estado neste ano foi registrada na manhã deste sábado, 13 de outubro, por moradores da área rural de Ipuaçu, 520 quilômetros a oeste de Florianópolis, a capital. É uma figura belíssima e exótica.
 Pouco ainda se sabe sobre a nova formação, que tem um formato imensamente mais complexo e é significantemente maior do que os agroglifos dos anos anteriores. A figura que se encontrou hoje em uma colheita de trigo ainda verde, segundo relato de Marcelo Franzosi, morador da região, é um conjunto geométrico perfeito. O agroglifo é composto por um circulo maior de plantas dobradas em uma extremidade, com pelo menos 40 m de diâmetro, em volta do qual há nada menos do que 30 círculos menores dispostos como satélites, com as plantas em seu interior dobradas alternadamente em sentido horário e anti-horário.

Este conjunto se liga por meio de um “corredor” de plantas também dobradas a um outro conjunto de dois anéis concêntricos ao redor de outro círculo, menor do que o anterior. Ainda não foram feitas fotos aéreas da formação, nem análises das plantas e do solo, assim como nenhum ufólogo pode avaliá-la até o momento – o que a Equipe UFO espera fazer nos próximos dias com a visita ao local do arquiteto Antonio Fontenele, tradutor da Revista UFO.
 
Um fenômeno global
Com este primeiro agroglifo de 2012, fica evidente que a temporada deste ano será intensa. O fenômeno vem se registrando no Brasil apenas desde 2008, apesar de ter surgido no planeta – concentrado na Inglaterra – há mais de três décadas e ter se espalhado por dezenas de países. Hoje já são contabilizadas mais de 12 formações autênticas em todo o globo, e somente algumas dúzias no Brasil. Aqui as figuras se repetem a cada ano sempre durante o período de duas a três semanas entre o final de outubro e o começo de novembro, sem que se saiba por quê. 

Igualmente curioso é o fato de que o mistério tem endereço fixo para surgir, o oeste catarinense, precisamente a cidade e o entorno de Ipuaçu. Todos os agroglifos já registrados no país estão em plantações sempre de trigo e triticale da cidade e de municípios situados no máximo 30 quilômetros dela, deixando claro que a manifestação tem a ver com algo existente naquela localidade. Em nenhum outro local do Brasil o fenômeno teve registro até hoje.
  
O que se tem como certo é que tais formações são manifestações de inteligências superiores, não são produzidas por amassamento das plantas e sim por sua dobra de forma meticulosa e precisa, com o uso de alguma forma de energia desconhecida Elas inserem uma mensagem que precisa ser decifrada. A figura que se encontrou em Ipuaçu neste sábado, 13 de outubro, é uma obra verdadeiro caprichosa de autores desconhecidos, evidentemente não terrenos .

Fonte: 2012 Um novo despertar 

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Animação brasileira têm como presidente um pastor marionete que apoia os interesses elite global


Brasil, 2096. A água é controlada por uma empresa bilionária chamada Aquabrás. O presidente do Brasil é um pastor evangélico com relações estreitas com milícias que possuem ações na bolsa e matam crianças para proteger interesses da elite.
 

Não é um futuro tão difícil de imaginar. Mas o potencial de polêmica é o combustível de "Uma História de Amor e Fúria", animação escrita e dirigida por Luiz Bolognesi, roteirista de "Bicho de Sete Cabeças" (2001), que promete ser um marco do gênero na filmografia brasileira.

O desenho, que estreia em abril, será exibido amanhã, dentro da mostra competitiva do Festival do Rio, tornando-se o primeiro desenho a entrar na disputa.

A animação é um épico que começa em 1566, próximo à fundação do Rio (1565), passa pela revolta da Balaiada, no Maranhão, por movimentos estudantis nas décadas de 1970 e 1980 e culmina neste futuro distópico, cujo maior choque visual é o Cristo Redentor em ruínas.
"O Cristo é o grande símbolo do Rio. Várias pessoas falaram: 'Cara, você vai ser linchado!'", contou Bolognesi em entrevista à Folha.
PROJETO ANTIGO
Esse futuro foi escrito há pouco mais de um ano, mas o projeto é bem mais velho. Começou há dez anos, quando Bolognesi foi inundado de possibilidades após o sucesso de "Bicho de Sete Cabeças".
"Eu adoro HQs e história do Brasil. O projeto ideal seria unir as duas coisas. Como somos irresponsáveis, decidimos fazer um longa animado", brinca o cineasta.
Irresponsável por duas razões: 1) O Brasil não tem tradição em animação de qualidade para o cinema; e 2) O desenho, violento, não é feito para a criançada.
"Foi extremamente difícil vender o projeto. Todo mundo me chamava de louco", diz o diretor. Bancado pelas produtoras Gullane e Buriti, o longa levou seis anos para virar realidade, teve um orçamento em torno de R$ 4,5 milhões e uma equipe de 30 jovens animadores.
"Começamos em Águas de Lindóia [interior paulista], porque o aluguel era mais barato. Passamos por Santos e terminamos em São Paulo. Alguns se casaram e tiveram filhos durante o processo."
A espera valeu a pena. "Uma História de Amor em Fúria", em que o personagem dublado por Selton Mello é uma espécie de highlander indígena com 600 anos, enquanto Camila Pitanga dá voz ao amor eterno do índio, é um produto de qualidade inédita do gênero no país.
Usa a equipe de som de "Tropa de Elite", tem trilha sonora incidental comandada por Pupillo, da Nação Zumbi, e Rica Amabis e uma bela animação em 2D.
Bolognesi aproveitou o estilo americano que marca o traço de seus animadores para compor os personagens. Mas também mostrou à equipe desenhos como "Ghost in the Shell" (1995), e o coreano "Wonderful Days" (2003).
TRAFICANTE HERÓI
O visual fantástico esconde o tom didático do roteiro ao tratar de revoluções dos oprimidos contra a elite.
Traficantes são comparados a cangaceiros e retratados como heróis. "Todo mundo achava Lampião um monstro, assim como veem os traficantes hoje", polemiza Bolognesi. O filme vai mais longe. Diante do corpo de um traficante morto, o protagonista fala: "Meus heróis não viraram estátuas, mas morreram lutando contra eles".
"Essa narcocultura é erótica. O que vende no exterior é filme de mano com pano na cabeça e arma na mão, como 'Cidade de Deus' e 'Tropa'. A violência é lamentável, mas o homem revoltado produz realidade. E ela é vida e morte."

Comentário do Blog:


O filme tem apenas a “intenção de entreter as massas”, porém, possui uma mensagem subliminar alarmante: mostra claramente a influencia da elite sionista presente na política brasileira, e a liderança marionete fará de tudo para cumprir a agenda global, mesmo que para isso seja feitos  investimentos na bolsa de valores, alusão ao dinheiro investido de dízimos e ofertas?, Se filiar a grupos contraditórios como as milícias e principalmente assassinar crianças, tudo para que os planos da agenda sejam realizados sem adversidades. Coincidência? Não.


A meu ver, não há coincidências, temos elementos evidentes que mostram a Nova Ordem Mundial no Brasil, e o controle e monopólio dos recursos naturais por uma empresa endossa esse triste fato. Não é ficção, é fato. Colocar, ou eleger um presidente “pastor evangélico”, corrupto, criminoso é uma maneira  dizendo que podemos ter um pastor cristão futuramente com tais características.
Na animação aparece o cristo redentor parcialmente destruído, o mega monumento considerado por alguns um “símbolo da fé cristã”  brasileira,essa mensagem  indica que um futuro bem próximo o cristianismo como religião será aniquilada. 
A elite sionista illuminati têm interesses estratégicos aqui no Brasil, e utiliza-se de filmes e animações para difundir seus planos e intenções diabólicos.

Fonte: Chega2012

sábado, 6 de outubro de 2012

Rádio Porta Oculta (Interessante bate papo!)


A masturbação eleitoral/evangélica 2012



Como é deprimente ver irmãos meus inseridos nesta ilusão infernal; e mais, prazerosos por participarem do “jogo democrático” do país. Chamo ilusório pelo fato patente em que estes jargões utilizados pela grande mídia nos transmitem sensações completamente falsas; e neste caso, imaginamos que pelo simples fato de bos dirigirmos à uma urna eletrônica e assim votar em uma pessoa para esta ser encubida de uma responsabilidade pública, vivemos de fato em uma Demo-cracia (Demo = povo, e Cracia = governo, isto é: um governo do povo). Esta ilusão compri seu intento de encubrir que a política exercida nada mais é que uma correlação de forças, e que dependendo dessas forças (no caso das Macroforças) não há, nem memso em sonho, a possibilidade de livre exercício de autonomia para aquele que foi escolhido como governante. Na verdade, o que se escolhi é o representante, e não a representação. Por isso vejo os evangélicos anestasiadamente entusiasmados com a política, como os afazeres mundanos, com o que faz um prefeito, um vereador, um governador…

No século I da era cristã não era assim. Não existiam cristãos jubilosos por dar seu voto em governantes, a atitude de pôr sua confiança em um político era tida como postura idiota. O tipo superior se encontrava naquele que depsrezava todas essas coisas. Contudo a moda hoje é justamente o inverso; aquele que abraça o materialismo existencial com fervor, gozando de felicidade por votar, compreende a urna eleitoral como um altar aonde se oferece sacrifícios à divindade.

Sobre os cristãos primitivos, Plínio, o moço, na época em que era governador da Àsia Menor, pedia constantemente ao imperador Trajano instruções de como lidar com o número crescente de cristãos que se recusavam à cultuar uma imagem do imperador, o que era lei oficial. Isto nos mostra o quanto o espírito dos seguidores de Yeshua eram desligados da ifgura do governante, posto que desobedeciam abertamente ao que imperador impusera à todos sem restrição. Não consideravam o imperador, o político, como um representante de Deus na Terra, não o divinizavam; postura inverso da cultura roamana que consideravam seus líderes máximos como semi-deuses que deviam ser cultuados por todos. É previsível imaginármos que nesta época não existia a bíblia, de modo que a organização ideológica e filosófica dos cristãos era mantida pela oralidade daqueles que memorizaram as histórias acerca de Jesus de Nazaré. Com isso eu também testifico que a má influência de Paulo de Tarso no famoso capítulo 13 de sua carta aos romanos não existia! (para os desavisados, o capítulo 13 da carta aos Romanos é aonde o apóstolo Paulo faz a apologia do político divinizado, aonde diz que as autoridades políticas são instituídas por Deus e devemos total obediêbncia à elas por procederem de Deus).

Ainda sobre os cristãos primitivos, o historiador romano Tácito disse em 115  d.C: “São uma classe de homens desprezada por suas idéias“. Ele ainda eslcarece que os cristãos, culpados publicamente no império pelo incêndio ocorrido em Roma em 64 d.C foram condenados, não só pelo crime de incêndio, mas também por idiarem a humanidade“. Nisto, a ira popular levava à muitas perseguições. Talvez você se pergunte: como assim os cristãos foram acusados de odiarem à humanidade? Em meu livro a autópsia da igreja eu esclareci o significado dessa acusação:

O recurso da violência é a ideologia máster do Estado. Posta como um meio amoral para se manter a ordem. Isto, claro, só vem á existência graças ao dogma da preservação do governo, função á qual existe e vem à existir todo o aparelho administrativo de um país. Desse modo, como disse; amoral, o recurso da violência se coloca na potencialidade máxima, acima de qualquer outra ética existente ou que venha à existir por sobre a terra que a bandeira nacional balance ao vento. Isto é, por sobre inclusive á lógica dada por Cristo aos seus seguidores, logo temos o primeiro conflito: uma crença dada por um judeu da Galiléia institui a violência como um meio injusto em si mesmo, e jamais deve ser empregada à que se consiga qualquer objetivo; ela se confronta não somente com os valores locais, tanto do judaísmo quanto do império romano, mas de todo o globo terrestre! Que queria este personagem ao declarar guerra ao mundo inteiro? Ao criar uma formulação ética que o pôs em combate com toda forma de sociedade humana? Este é o estágio último do niilismo valorativo cristão, sua irrevogável vocação à destruição, ao desmantelamento, à desagregação dos costumes, da tradição, ao rompimento absoluto de tal forma, que o põem em rota de colisão com tudo o que existe em solo terreno e que tenha como objetivo a manutenção do governo civil.
(A autópsia da igreja – pag. 41)
No coração dos cristãos primitivos nunca houve esta devoção ao Estado e ao seu governante. Sabe porque? Eles imitavam à Jesus! Nele vemos a com pleta indiferença à este modo de existência, nunca pediu permissão ao império para ensinar, para ser o que era… Em verdade nunca pediu permissão à ninguém para atuar, nem ao Estado nem à religião, aos sacerdotes oficiais do judaísmo.
Gozo e satisfação em participar de uma votação eleitoral é uma coisa extremamente estúpida para um seguidor do mestre que residia nos séculos I e II.

A era do vazio

Todo o discurso espiritual se esvaziou, aquilo que já era falso e deturpado agora está cada vez mais explícito como sendo algo únicamente “para este mundo”. E digo aquilo que já era falso e deturpado me dirigindo aos conceitos e teorias oficiais do cristianismo. Desse modo, aquilo que era falso, mas demonstrava publicamente sendo espiritualizante, falando de Deus e das bem aventuranças, torna-se hoje diretamente falso; objetivamente falso… Assim é a teologia protestante no Brasil.
Nessas eleições, mais do que em qualquer outra, os evangélicos se masturbam assistindo os programas eleitorais, escolhendo seus salvadores, seus Cristos; indivíduos que na mentalidade doentia evangélica são candidatos à representantes de Deus na Terra, como disse tragicamente Paulo de tarso. Enquanto se masturbam pensando em seus salvadores políticos, crianças se perdem vagando pelas ruas, pessoas são consumidas pelo ódio,   a atitude de entregar o poder de ação à alguém (o político) e portanto privatizar o exercício do amor é uma clara demonstração de que estão desligados do Cristo, de que não andam com ele, de que pensam diferente dele e assim mandaram-lhe calar a boca   Não só Pedro, mas a igreja negou à Jesus, na verdade a própria negação que Pedro realiza de Jesus é um símbolo, posto que o próprio mestre delega à ele a continuidade de levar à frente a idéia dos seguidores (os Talmidim); logo a negação de Pedro é uma forte simbologia profética que indica que naquele futuro (o nosso presente) a igreja também o negaria, e de fato o negou, por pelo menos dezoito séculos. Porém o mais trágico é que nessa masturbação eleitoral todo, orgasmo leva à morte do espírito, diferente do orgasmo sexual que nos transporta ao êxtase e à plenitude de potência no Homem. Sendo assim, eu prefiro ser o que sou, prefiro ser eunuco.

terça-feira, 2 de outubro de 2012

General russo: "O colapso da União Soviética é o mesmo destino que foi preparado para os EUA"




No comentário do   seguinte vídeo o  general russo Konstantin P. Petrov (aposentado) faz algumas perguntas interessantes e inclui seus próprios pensamentos (talvez a posição não-oficial russa) sobre uma variedade de tópicos que incluem o fim da hegemonia dos EUA  e do dólar, a orquestração dos ataques  do 9-11  de engajar a América em uma guerra do Oriente Médio, os marionetistas atrás dos políticos e da vinda premeditada do  colapso dos Estados Unidos da América como o conhecemos.
  Enquanto aqui nos Estados Unidos que permanecem fechados em uma bolha de propaganda controlada pela mídia ocidental  por vários bilhões de dólares de conglomerados, interesses comerciais e alianças políticas,  que não pode haver dúvida de que outras escolas de pensamento existem em todo o mundo.O que pode parecer a realidade para nossa população é, talvez, nada mais do que ilusão.
Os Estados Unidos não existem no vácuo. Como tal, nós simplesmente não podemos ignorar as avaliações, perspectivas e opiniões de lideranças estrangeiras que dizem respeito às implicações globais dos eventos atuais.

Como eles arruinaram a URSS? Eles chamaram a União Soviética uma "prisão para as pessoas" e um "império do mal".
A mesma coisa está sendo feita para os Estados Unidos.
. Nós também intervimos  no Afeganistão e você se lembra como é que acabou? É a mesma coisa com os Estados Unidos, e o norte-americano não pode fazer nada lá. Agora todo o mundo muçulmano odeia os Estados Unidos.
E quando os depositários da máfia global do dólar no mundo inteiro iria pensar que os americanos mereciam isso. Mas isso não vai beneficiar as pessoas em nosso país, especialmente aqueles que tem guardado até dólares.
...
  Há outra coisa que devemos ter em conta.
Nos Estados Unidos vivem 5% da população do mundo, mas os americanos consomem 50% dos recursos de energia do mundo. A máfia mundial vê isso como um problema.
Alguns dos nossos ... pessoas que fugiram para os EUA, e agora vivem lá no bem-estar, vivem melhor que desempregados do que eles teriam vivido na Rússia, mesmo que fossem empregados.
Os senhores de escravos pensam que esta situação nos EUA é inaceitável, porque até mesmo os escravos vivem relativamente bem lá. Assim os Estados Unidos estão condenados também neste sentido.
...
Mesmo se você é o chefe de um Estado forte e você não entende a política global e não entende os métodos de política global ainda está refém da máfia global. A liderança da URSS e a liderança dos EUA realizaram política interna e externa, mas a máfia global realiza a política global.
O colapso da União Soviética é o   mesmo destino que  foi preparado para os EUA.

Rússia diz a OTAN para ficar longe da Síria


 
A Rússia disse à Otan e às potências mundiais nesta terça-feira que não devem buscar formas de interferir no conflito sírio ou instalar zonas de proteção entre rebeldes e forças do governo. A declaração do vice-ministro de Relações Exteriores da Rússia, Gennady Gatilov, foi um dos alertas mais específicos do governo russo até agora para líderes do Ocidente e do Golfo Pérsico para se manterem fora do conflito, que já dura 18 meses.

"Em nossos contatos com parceiros da Otan e na região, estamos pedindo a eles que não busquem pretextos para estabelecer um cenário militar ou introduzir iniciativas como corredores humanitários ou zonas de proteção", disse Gatilov, de acordo com a agência de notícias Interfax.

A Rússia e a China vetaram três resoluções do Conselho de Segurança da ONU condenando o presidente sírio, Bashar al-Assad, e bloquearam tentativas do Ocidente de impor sanções ao país ou intervir de forma mais direta no conflito.

A Turquia, vizinha da Síria, propôs a ideia de criar "zonas de segurança" dentro do território sírio para proteger civis, mas isso também teria de ser aprovado pelo Conselho de Segurança. Gatilov pediu sobriedade entre a Síria e a Turquia, que faz parte da Otan e tornou-se um dos maiores críticos de Assad.

"Nós acreditamos que ambas as autoridades sírias e turcas devem exercer o máximo de restrição nesta situação, levando em consideração o crescente número de radicais entre a oposição síria que podem intencionalmente provocar conflitos na fronteira", disse Gatilov, segundo a agência de notícias russa.
 
Fonte: Terra