2012

Níbiru 1

De acordo com as pesquisas do Dr. Zecharia Sitchin esta seria a órbita de Nibiru. O planeta teria 4 vezes a massa da Terra. E seria habitado pela civilização que os Sumérios adoravam como seus "deuses". Estes teriam modificado geneticamente o hominídeo que habitava nosso planeta para criar o Homo Sapiens.
Continua...

2013 segundo Daniel Mastral


Portais Dimensionais Permanentes:
“São 90 as Janelas Permanentes, e a grande maioria delas já está aberta, isso veio acontecendo desde a Antigüidade, como sabemos. Há cerca de 10 a 12 anos, 72 destas Janelas estavam abertas.
Para abrir as últimas, era necessário esperar o tempo certo. Por que o tempo certo? Porque para abri-las, é necessário uma série complexa de condições que não acontecem sempre; não apenas condições de conhecimento ritualístico (que é progressivo, como sabemos), mas também conhecimentos e condições astrológicas e astronômicas. Não podemos ir além nos detalhes porque eram conhecimentos destinados apenas aos Sumos Sacerdotes. Mas como Deus é o Único Senhor do Universo, Ele detém a ocorrência destes fenômenos, de forma que a abertura das últimas Janelas ficou realmente reservada para o Final dos Tempos não porque o Diabo assim preferiu, mas porque Deus determinou. Essa minoria de Janelas libertará Demônios cada vez mais Poderosos das profundezas do Abismo. Em 2006, mais 9 serão abertas, e as últimas 9, em 2013.
No entanto, lembremos que a abertura de uma Janela Permanente pressupõe não somente a entrada dos Demônios na Terra, mas recordam-se que dissemos que era possível que seres humanos as atravessassem também? Isso é considerada uma honra muito especial, concedida a poucos escolhidos, e a passagem tem objetivo de gerar filhos de Entidades Poderosas de uma maneira diferente, num outro Mundo, guiado por outras Leis. Claro, tem de passar o homem e a mulher, pois a relação será mediante Súcubus e Íncubus. Uma honra como essas é algo muito, muito especial dentro da Irmandade, concedida a poucos. Sumos Sacerdotes em geral”.
Daniel Mastral. Rastros do oculto, pag. 256.

21 de Dezembro de 2012 – O alinhamento cósmico dá início à abertura das últimas 9 janelas dimensionais, culminando com alguma data especial em 2013 para a última janela ser aberta e o primeiro demônio ser manifesto “fisicamente” na nossa dimensão. Mediante esta abertura definitiva do plano metafísico com a dimensão terrestre, o mestre Jesus retorna para “interferir” na festa que os demônios irão fazer, subtraindo do planeta terra os seus escolhidos, dando início à um processo de caos generalizado no planeta terra. Depois ele mesmo retorna na companhia dos escolhidos para a batalha final.
Coincidência de datas? Conspiração extrema? Alucinação da minha mente? É pagar pra ver...

Quem são os Bep Kororoti?

Este é Bep Kororoti. Um ser do espaço adorado pelos índios Kayapó, no Alto Xingu. A lenda deste ser conta que ele desceu dos ceús em uma "canoa voadora" (canoa sendo o único meio de transporte utilizado e conhecido pelos índios).
Vestia trajes similares a este da foto (note a semalhança com um traje espacial utilizado por nossos astronautas...) Bep Kororoti viveu com os índios durante algum tempo e lhes transmitiu ensinamentos em relação à agricultura, medicina, entre outros... A lenda conta que no dia em que Bep Kororoti partiu, ouviu-se um grande estrondo na Serra Punkato-Ti, e no ceú surgiram chamas, fumaça e trovões (como quando temos um lancamento de uma nave, ou foguete rumo ao espaço).
Até hoje os Kayapós celebram a memória deste ser em seus rituais.

Cometa Elenin


Quando foi descoberto, Elenin era um objeto muito tênue e apresentava magnitude aparente de 19.5, cerca de 150 mil vezes menos brilhante que o limiar da visão humana. Entretanto, à medida que se aproxima seu brilho aumenta.
Quando foi descoberto, Elenin era um objeto muito tênue e apresentava magnitude aparente de 19.5, cerca de 150 mil vezes menos brilhante que o limiar da visão humana. Entretanto, à medida que se aproxima seu brilho aumenta.
Entre os dias 1 e 12 de agosto a equipe que comanda as naves solares Stereo A e B vai realizar uma manobra de 135 graus na sonda Stereo-B para que o cometa Elenin possa ser visto nas imagens do telescópio duas horas por dia.
É importante lembrar que os cometas são muito imprevisíveis e podem apresentar comportamentos bastante bizarros à medida que se aproximam do Sol. Entre os fenômenos já observados está o outburst, quando repentinamente se rompem e produzem inúmeros fragmentos brilhantes. Além disso, devido à pressão do vento solar a cauda cometária também pode variar muito de tamanho.
A observação
Para observar o cometa Elenin, tudo que você precisará será de um pequeno binóculo ou telescópio, além de um campo de visão desobstruído na direção do quadrante oeste, ou seja, do lado que o Sol se põe. Como explicado, a partir de julho o cometa já poderá ser visto ainda que com pouco brilho, que aumentará lentamente até setembro.
Fonte: Sobre2012.blogspot.com

GUERRAS ÁRABES-ISRELENSES: Os "DEUSES" ditaram as normas há 40 mil anos...


Origens dos conflitos no oriente médio
(As guerras dos “Deuses” há milênios !)
Conforme está descrito no relato “Enuma Elish...” – (“Quando nas alturas...”) –Epopéia Suméria gravada em tabuinhas de barro com escrita cuneiforme encontradas no palácio de Assurbanipal em Nínive (Mesopotâmia) hoje sob a guarda do Museu de Londres e relata a saga dos “Deuses” Anunnaki antes da sua chegada à Terra e, sobretudo, a incursão do seu planeta “Nibirú” adentrando o Sistema Solar e desestabilizando os planetas, inclusive a própria Terra., o grande Anu, plenipotenciário do planeta Nibirú enviou à Terra uma grande equipe, integrada também por seus dois filhos Enki e Enlil, destinada à procura de elementos minerais nobres.
Nessa época a humanidade atual ainda não existia e os antropóides de então viviam sem nenhuma noção de sociedade. Eram bandos sem qualquer organização que subsistiam da cata de alimentos. Assim, a Terra ainda não tinha dono !

Segundo seus costumes, por razões de ordem biológica, a sucessão real no planeta dos “Deuses” dar-se-ia somente com o fruto da união entre um casal de meio-irmãos (seria preciso que Enki ou Enlil se unisse a uma meia-irmã (filha do mesmo pai com mães diferentes). Identificados pelos antigos Sumérios como os “Deuses” Anunnaki (os Nefilim citados na Bíblia Sagrada), esses “senhores” dividiram a Terra em 4 regiões destinando o continente africano a Enki, o atual Oriente Médio a Enlil, a Península Arábica à “Deusa” Ninharzag e o Sudeste Asiático a Inana-Ishtar.

Nomeando a África do Sul como Abzu, Enki alí instalou seus laboratórios de experiências genéticas. Aproximando-se de sua meio-irmã Dankina (que possuía grandes conhecimentos da sua medicina), Enki a ela se uniu fazendo desvanecer assim a intenção de Enlil em desposá-la. Servindo-se então dos humanos recém-criados, como escravos e asseclas, os “Deuses”-Irmãos Enki e Enlil entraram em desavenças cada vez mais desastrosas para todos. (Necessitando de trabalhadores escravos, os “Deuses” Anunnaki inseminaram artificialmente uma “mulher-macaco” então vivente. Com isso provocaram artificialmente um “salto” na evolução humana criando um ser que tivesse entendimento suficiente para obedecer ordens, manusear ferramentas simples, etc. : um escravo (nós !). Sendo inicialmente híbridos, os “adamus” assim criados puderam procriar-se após uma segunda intervenção genética e multiplicar-se, sendo “propriedade” de um ou de outro “Deus”, formando-se assim os clãs de Enki, Enlil, Inana-Ishtar, e outros !

Uma das mais sérias teria sido quando o “Deus” IAVEH (Clã Enki) invadiu os domínios do “Deus” BAAL (Clã Enlil) para dominar a região identificada como CRISTA DO ZAFON onde se encontrava as instalações do seu espaçoporto, hoje identificada como Baalbek, o chamado “Refúgio dos Deuses” (localizado nas montanhas do Anti-Líbano, perto de onde existiam as forestas de cedro.

Uma das provocações de Enki a Enlil da qual temos notícias foi a ação de IAVEH (identificado por sumeriólogos como um dos sicários de Enki, ou ele próprio) proporcionando a saída dos hebreus do Egito tendo como objetivo leva-los a invadir as terras dos enlilitas (Enlil). Essas terras tinham sido previamente destinadas pelo grande “Deus ANNU” ao clã de Enlil na famosa “divisão do mundo em 4 regiões” anteriormente efetuada. Assim, como consta dos textos sagrados do Antigo Testamento, Deus (leia-se ENKI) não deu aos hebreus a “Terra Prometida” ! Esse “Deus” disse a Moisés : “Esta é a Terra Prometida ! Mas vocês terão que lutar para conquistá-la ! “

Estas são algumas das guerras realizadas entre os Clãs de Enki e Enlil : Guerras das Pirâmides = Marduk x Horus (vencedor – Clã ENKI), Guerra da Crista do Zafon = Baal x Iavéh (vencedor - Clã ENKI), Guerra dos “Deuses” Antigos = Kumarbi x Teshub (vencedor – Clã ENLIL), Guerra do Atra-Hasis = Zu x Ninurta (vencedor – Clã ENLIL) e Guerra de ER.RA = Inana-Ishtar x Todos os “Deuses” (Marduk vencedor – Clã ENLIL)

E a luta de conquista continua até os nossos dias ! De um lado os descendentes do clã de ENKI : Os Judeus, e do outro lado os descendentes dos seguidores de seu irmão Enlil : Os Árabes ! Não tivessem os grandes “Deuses”Anunnaki desaparecido no conflito máximo provocado pela “Deusa” Inana-Ishtar, os Hebreus acabariam por serem rechaçados pelos enlilitas e iriam habitar outro local , e hoje não existiria o Estado de Israel. Assim, os árabes (descendentes de Enlil) teriam vencido no nascedouro as batalhas contra os descendentes de Enki : os Judeus ! E os dois povos iriam brigar em outro lugar...
Fonte: AtahTiamat.com

Cometa Elenin


Quando foi descoberto, Elenin era um objeto muito tênue e apresentava magnitude aparente de 19.5, cerca de 150 mil vezes menos brilhante que o limiar da visão humana. Entretanto, à medida que se aproxima seu brilho aumenta.
Quando foi descoberto, Elenin era um objeto muito tênue e apresentava magnitude aparente de 19.5, cerca de 150 mil vezes menos brilhante que o limiar da visão humana. Entretanto, à medida que se aproxima seu brilho aumenta.
Entre os dias 1 e 12 de agosto a equipe que comanda as naves solares Stereo A e B vai realizar uma manobra de 135 graus na sonda Stereo-B para que o cometa Elenin possa ser visto nas imagens do telescópio duas horas por dia.
É importante lembrar que os cometas são muito imprevisíveis e podem apresentar comportamentos bastante bizarros à medida que se aproximam do Sol. Entre os fenômenos já observados está o outburst, quando repentinamente se rompem e produzem inúmeros fragmentos brilhantes. Além disso, devido à pressão do vento solar a cauda cometária também pode variar muito de tamanho.
A observação
Para observar o cometa Elenin, tudo que você precisará será de um pequeno binóculo ou telescópio, além de um campo de visão desobstruído na direção do quadrante oeste, ou seja, do lado que o Sol se põe. Como explicado, a partir de julho o cometa já poderá ser visto ainda que com pouco brilho, que aumentará lentamente até setembro.
Fonte: Sobre2012.blogspot.com

Quem são os Bep Kororoti?

Este é Bep Kororoti. Um ser do espaço adorado pelos índios Kayapó, no Alto Xingu. A lenda deste ser conta que ele desceu dos ceús em uma "canoa voadora" (canoa sendo o único meio de transporte utilizado e conhecido pelos índios).
Vestia trajes similares a este da foto (note a semalhança com um traje espacial utilizado por nossos astronautas...) Bep Kororoti viveu com os índios durante algum tempo e lhes transmitiu ensinamentos em relação à agricultura, medicina, entre outros... A lenda conta que no dia em que Bep Kororoti partiu, ouviu-se um grande estrondo na Serra Punkato-Ti, e no ceú surgiram chamas, fumaça e trovões (como quando temos um lancamento de uma nave, ou foguete rumo ao espaço).
Até hoje os Kayapós celebram a memória deste ser em seus rituais.

Definição de vida extraterrestre: Zecharia Sitchin


“Nós não estamos sozinhos - e não apenas no vasto universo, mas em nosso próprio sistema solar; Há mais um planeta do nosso sistema solar, orbitando além de Plutão, mas se aproximando da Terra periodicamente; Avançado "extraterrestres" - os sumérios chamavam Anunnaki, os Nefilim Bíblia - começaram a visitar o nosso planeta cerca de 450.000 anos atrás; E, cerca de 300.000 anos atrás, eles se engajaram na engenharia genética para melhoramento de hominídeos da Terra e do Homo sapiens da moda, o Adam. Nesse, eles atuaram como emissários do Criador Universal – Deus”.

ÓVNIS E A BÍBLIA PT 1 (Alienígenas: A Conspiração Angelical )



Pintura medieval mostrando um ÓVNI & MARIA, retirado de um artigo da Fate Magazine (Revista Destino)
1999

ANJOS SÃO SERES INTELIGENTES QUE NÃO SÃO HUMANOS, CRIATURAS MISTERIOSAS QUE
SÃO "ALIENÍGENAS" PARA NÓS. Anjos são seres inteligentes não-humanos que possuem tecnologia superior e compreensão avançada da física, tendo estado presente à criação do universo material. O conceito de um ANJO vem do grego angelos; do hebraico antigo ago para "aquele que vai adiante" ou "um líder"; mensageiro. Nem todos os anjos são "bons." Nem todos os anjos continuam fazendo a vontade de Deus, embora todos os anjos tenham sido criados originalmente por Deus para transmitir Sua mensagem. Alguns anjos se revoltaram contra o plano de Deus. Alguns anjos vão adiante para levar sua própria mensagem; alguns anjos vão adiante a fim de conduzir a humanidade para longe da verdade. Porém, todos os anjos são seres mais inteligentes e poderosos do que simples humanos.

Os anjos são representados ao longo da Bíblia como um conjunto de seres espirituais intermediários entre Deus e os homens: "Pois pouco menor o fizeste (o homem) do que os anjos" (Salmo 8:6). Eles, igualmente com o homem, são seres criados; "Louvai-o, todos os seus anjos; louvai-o, todos os seus exércitos...pois mandou, e logo foram criados." (Salmos 148:2-5b e Colossenses 1:16-17).

Os cristãos têm fama de terem "mentes muito fechadas" para limitar a população do universo à somente DEUS, ANJOS E O HOMEM. Afinal de contas, há "bilhões e bilhões" de estrelas que talvez tenham planetas e que por sua vez talvez tenham civilizações etc. No entanto, dentro da classificação de anjos [seres inteligentes não-humanos] existem diversas miríades. Incontáveis hierarquias de anjos ainda povoam o universo. Estes seres inteligentes não-humanos angelicais construíram civilizações em nosso sistema solar - até mesmo na Terra - antes da criação de Adão.

Morte de Zecharia Sichtin



Lamentamos informar que Zecharia Sitchin faleceu na manhã do dia 09 de outubroª. Um pequeno funeral familiar privada foi realizada no dia seguinte.
A família pede que respeitem a sua privacidade durante este momento difícil e abster-se de contactar directamente os membros da família. Em vez disso, a oferecer homenagens ao Sr. Sitchin, ou para manter contato com aqueles que manipulam os seus assuntos, envie um emailtributes@sitchin.com ou enviar uma carta para Caixa Postal 577, New York, NY 10185.
Agradecemos o apoio que tem dado ao longo dos anos. Por favor, continue a acompanhar este site para mais atualizações.
Texto retirado do site oficial de Zecharia Sitchin.






A verdadeira marca da besta

Acredito que satanás irá seduzir o coração da humanidade com uma proposta incrivelmente irrecusável: ele dará um poder á raça humana, que se sentirá altamente poderosa, podendo realizar feitos que antes só eram possíveis na imaginação. O ser humano não possui idéia não só do poder, mas da inteligência do ser chamado Lúcifer. Não é minha intenção fazer elogios á pessoa de satanás, mas preciso antes de mais nada reconhecer que ele sim é genial, e simplesmente porque precisa ser! Ora, o criador, o Eterno, é por natureza absoluto, infinito; Deus não é inteligente ou genial, ele é tudo! Ele está acima da genialidade, acima de toda e qualquer inteligência. Já quem não é absoluto é que necessita ser genial, criar planos grandiosos e mirabolantes para assim tentar “driblar” o poder infinito de onisciência, onipresença e onipotência da divindade suprema.

O EGITO É UM REFERENCIAL
Poucas civilizações no planeta terra experimentaram um controle tão intenso por parte de Lúcifer na história como a civilização Egípcia. O Egito foi a pátria aonde o deus sol se revelou com maior intensidade aos humanos e os compartilhou parte de seu poder. Os magos egípcios era realmente poderosos; há relatos de que os sacerdotes Egípcios tinham o poder de controlar o tempo, fazendo chover ou para alguma chuva quando quisesse, tinha até mesmo o poder de fazer levitar objetos pesadíssimos ou á eles mesmos. Na filosofia Egípcia não havia separação entre razão e fé, ou religião e ciência; as duas eram unificadas, de modo que como consta em livros especializados, os mágicos da antiguidade eram pesquisadores naturais e experimentais. Segundo Walter Kiaulehn; o povo do Egito presenciava fatos maravilhosos em festividades religiosas. As enormes portas de bronze do templo se abriam sozinhas, como movidas por mãos de espíritos. Quando a chama sagrada se acendia no altar, irrompia o som de trombetas e trompas. Os executores eram imagens esculpidas em bronze, pedra ou madeira; á um sinal do alto sacerdote tocavam música. As estátuas de deuses com toneladas de peso flutuavam milagrosamente para o teto do templo. Naquela época não se fazia distinção entre religião, ciência, arte e magia. Isto ocorreu bem mais tarde. Nos egípcios os céus e a terra eram uma só simbiose, não havia distinção entre saber mágico e saber racional.

UNIÃO DA TERRA E DO CÉU
Baphomet é a figura que sub-escreve com exatidão o plano de lúcifer para humanidade. Ele é a união total dos gêneros de existência; sua androgenia (um bode (animal) com seios (gênero feminino) e braços musculosos (gênero masculino) e asas angelicais (gênero sobrenatural). Veja abaixo:
O seu braço direito aponta para cima (onde existe uma esfera redonda; ou seja: um mundo) e o braço esquerdo apontando para baixo (onde igualmente existe outra esfera redonda; que representa o mundo terreno). Conclusão: assim na terra como no céu, a união existencial entre os gêneros criados pelo criador; é o ato de Lúcifer se tornando um criador, criado uma criatura andrógena com base nos gêneros criados originalmente pelo criador, e com isso subvertendo a obra do criador. A mesma união é registrada no exagrama da Salomão; o triângulo para baixo representa o feminino, e o triângulo para cima representa o masculino:
É exatamente isto que Lúcifer faz. E nesses últimos dias, tempos únicos em toda a história do universo, ele irá trabalhar com a genética humana mais uma vez, assim como num passado muito distante já realizou. Ele irá fazer aquilo que fez no antigo Egito, unir céus e terra; assim na terra como no céu é a fórmula mágica, compartilhando poder sobrenatural aos corpos físicos, fazendo-os ser praticamente seres de outra dimensão existindo nesta dimensão; isto é o que se tem falado sobre a tal elevação de densidade da existência humana após 2012. O “aumento da consciência”, o abandono dos “velhos” paradigmas, o abandono da crença de um único Deus criador do universo para a apropriação de uma “nova consciência”; este será o tempo da nova era realizada concretamente.

O criador nunca deu um poder dessa magnitude á raça humana, seu plano sempre foi o de fazer com que os humanos vivam neste planeta dominando-o e sujeitando-o; mas sempre existindo em sua densidade própria. Ele, melhor do que ninguém sabe que criou uma criatura auto-consciente, com vontade própria, e que esta criatura no estágio em que se encontra (depois da queda de Adão), não é capaz de compreender com eficácia os mistérios da existência, do universo e da vida; portanto, dar esse poder nas mãos dos humanos seria programá-los á soberba eterna e á revelia constante ante o criador. Conhecer os segredos da matéria, do tempo e do espaço, é querer colocar-se na mesma estatura que o criador, como no início de tudo lá no Édem fez a serpente: E sereis como Deus, conhecereis o bem e o mal; a última tentação será igual á primeira!

O QUE É O AUMENTO DA DENSIDADE DE EXISTÊNICIA (Aos olhos das escrituras)?
Hoje até mesmo a ciência materialista está alcançando a consciência de que a existência em um todo, não só o ser humano, existe em diversas dimensões. O alcance dessas dimensões é que é o mais difícil de ser compreendido pelos cientistas. Experiências como a do acelerador de partículas LHC nos laboratórios do CERN, mostram a onde reside atualmente a consciência da elite da comunidade científica internacional; com a probabilidade de simular o bigbang, e até mesmo de conseguir acessar o que o cientista Michio Kaku chama de 11 dimensão da existência; o que para muitos estudiosos espiritualistas e ocultistas, se trata na verdade do mundo espiritual: da existência metafísica.

O termo “densidade” tem sido utilizado pelos adeptos do movimento nova era para simbolizar as camadas da existência material e espiritual na qual todo ser está inserido. Para eles a raça humana irá passar por um período de evolução, ou seja; iremos passar da 3º densidade da qual nos encontramos hoje para a 5º densidade.

Tomando emprestado o termo por eles usado, na bíblia nós vemos uma descrição desse aumento de densidade que irá ocorrer aos que estiverem vivos quando o senhor Jesus arrebatar a sua igreja: (I Corintios 15:53,54) - Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade, e que isto que é mortal se revista da imortalidade. E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória. (I Corintios 15:52) - .Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.

É o conceito de corpo glorificado, ou seja; um corpo físico (corruptível) sendo revestido de incorruptibilidade, é a ultrapassagem de um ser pelo corpo material, nesse estágio, não mais existirão limites para o potencial de existência, as leis clássicas da física serão superadas, a nossa consciência terá pleno conhecimento de tudo no universo: saberemos o sentido da vida, o sentido da existência humana, do porque de toda a história ter se desenvolvido da maneira que se desenvolveu, porque o criador escolheu que fosse assim, o porque do universo ser tão imenso e somente nós os humanos sermos seres criados com consciência própria, porque ele permitiu a existência de satanás, e muitas outras questões que ainda não temos respostas. Nessa transformação prometida aos filhos de Deus, nossa consciência terá acesso á todas as verdades do universo e á toda plenitude de conhecimento do mundo espiritual. Esse é uma espécie de presente, que Deus concederá aos seus amados que guardaram a sua palavra.

LÚCIFER QUER MAIS UMA VEZ IMITAR O CRIADOR
(I João 3:2) “Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifestado o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes á ele; porque assim como é o veremos”. Há uma promessa para os filhos de Deus, para os que perseverarem até o fim, para aqueles que não renunciarem o nome de seu filho eterno; nós seremos semelhantes á ele! Nosso corpo será glorificado como foi o de Jesus quando ele ressuscitou, nós teremos os mesmos “poderes” que ele tinham, de ultrapassar a física e portanto se transportar de lugares distantes. Porém não chagaremos á usa-los, pois seremos arrebatados e iremos nos encontrar com ele nas nuvens. Com isso, vejo que Lúcifer irá tentar dar aos seus seguidores da terra o mesmo que o senhor Jesus fará com os seus escolhidos, porém para isso ele precisará de uma quantidade de energia muito grande, de sobre modo imensa e colossal; de onde ele tiraria uma quantidade de energia dessa magnitude?

Resposta: Veja a matéria completa aqui: Nexus
São as emanações energéticas estranhas que estão se aproximando á partir do centro da Via Láctea, a verdadeira causa de mudanças tão visíveis que estão ocorrendo em nosso sistema solar. Os maias dizem que as emissões colossais de “uma forma desconhecida de energia” vai chegar a partir do centro da Via Láctea, o que vai mudar os fundamentos da física do nosso mundo, novas condições materiais e imateriais de vida, que durarão até o final do próximo ciclo.

O ser humano sempre sonhou em voar, em ultrapassar os céus, em visitar outras galáxias, em viajar no tempo e espaço, pois bem; com uma pequena ajudinha de Lúcifer agora todas essas irrealidades serão possíveis. Pois os seus corpos serão revestidos de energia cósmica, e a humanidade será comunicada por seres extraterrestres que ela está passando por um momento de evolução. Esse despejo de energia cósmica que Lúcifer pretende “presentear” a humanidade só será possível com o alinhamento entre a Terra, o Sol e o centro da via Láctea (buraco negro chamado pelos maias de Hunab Ku). Conforme os “ETs” claramente transmitiram em alguns de seus desenhos campos de plantações ao redor do mundo, vamos “visualmente” constatar esse fenômeno na Terra em dezembro de 2012.

Durante este processo a partir da direção do centro da Via Láctea, os raios cósmicos chegarão e trarão a reprogramação final do DNA de vida que existe neste sistema solar. É por isso que é extremamente importante que todos nós prestemos atenção para as mensagens que estão chegando nas culturas.

O COMPORTAMENTO DO PLANETA
Neste período, por estarmos expostos às energias da fenda escura (Centro da Galáxia), vamos continuar á experimentar climas severos graves, efeitos geológicos como terremotos, tsunamis, furacões e atividade vulcânica com maior freqüência e intensidade.
Esta imagem mostra a passagem de Níbiru:


À medida que penetramos na parte mais densa do plano galáctico e experimentamos os efeitos gravitacionais, podemos testemunhar erupções solares sem precedentes, chuvas de meteoros inesperadas e, infelizmente, o deslocamento geográfico dos pólos. Entretanto, leia a bíblia em Apocalipse 6; 12-14 e você verá como tudo isto está muito bem profetizado, mas lá, esses comportamentos estão relacionados ao rompimento do sexto selo pelo cordeiro, o que entendemos ser a permissão concedida por Deus para que estas coisas aconteçam.

A ACEITAÇÃO
(II Tessalonicenses 2:9-11) - A esse (anticristo) cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira, e com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem. E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam na mentira.

A marca da besta será: a "evolução espiritual". A operação do erro se mostra exatamente neste ponto, onde por meio do anticristo, que será uma espécie de salvador e de messias da nova era que irá declarar publicamente a existência de vida extraterrestre e com eles firmar uma aliança para o “benefício” dos homens, a humanidade toda irá crer que não existe nenhum criador, como em toda sua história lhe foi contada, e que o Deus cristão junto com o seu filho chamado de Jesus, não era bem o que se dizia ser. Na verdade, a raça humana faz parte de uma grande família galáctica, com milhares de outras civilizações colonizando o universo inteiro. Cada vez mais, cientistas, ufologistas, e até pastores, estão todos convergindo para um ateísmo tecno-religioso, aonde eles entram em contato com demônios argumentando que estão contactando ETs ou seres dimensionais.

Para os que aceitarem esta “benção” vinda dos cosmos, que lúcifer (deus sol) trouxe para os habitantes do planeta terra, estarão assinando a sua própria sentença de morte eterna. Entrando definitivamente no que a escritura chama de operação do erro, o erro mais grave de todos, a blasfema mais leviana que pode existir: acreditar que Lúcifer é o grande criador e pai da humanidade, e que Deus é uma mera imaginação da mente humana.

A aceitação desta evolução espiritual constará de um sinal, que será colocado ou na mão direita ou na testa de quem aceitá-la.

POR QUE AQUELES QUE NÃO Á ACEITAREM SERÃO MORTOS?
Será dito á humanidade que o campo energético em que ela está criando com essa nova consciência, está sofrendo interferências pelas consciências em estado de negação (os remanescentes fiéis, que não se dobraram e não aceitaram esta “evolução”), e que estes estão em uma vibração dissonante em relação ao resto da humanidade que está unida, em um só pensamento e com a mesma convicção. Os remanescentes irão se manifestar, e dirão á todos que os extraterrestres são de origem maligna, o que provocará a ira de todos, pois será provado definitivamente que eles existem, todos verão com seus próprios olhos. De início os remanescentes serão apenas mal vistos, serão encarados como aqueles que não querem acreditar no que estão vendo e preferem inventar histórias para fugir da realidade, porém logo depois, será anunciado pelos próprios extraterrestres que se permanecerem nesta situação será impossível haver a união e a esperança, logo a proposta será o extermínio dos que estão exalando esta “energia negativa”. E então iniciará a perseguição (como ocorreu na época da Igreja primitiva, pois os crentes que não aceitaram a prostituição com a aliança com Constantino foram mortos e perseguidos).

Vele lembrar que os escolhidos terão uma marca de Deus em sua testa, uma marca espiritual, somente visível para os seres espirituais ou de outra dimensão, tanto os extraterrestres quanto as incontáveis legiões de demônios que estarão auxiliando o reinado do anticristo, como os 72 espíritos da Goetia, que estarão livres atuando no planeta terra. Logo, eles saberão exatamente quem são os que estão emitindo a energia negativa que está atrapalhando a união harmônica da humanidade.

"M"

Cataclismos pós 2012?

Muito se fala sobre a inversão dos pólos com a proximidade de um planeta chamado Níbiru. Ilhas desaparecendo, o avanço dos mares por sobre os continentes. Mas sabemos também que este quadro do planeta terra já nos era bem conhecido, pelo menos para aqueles para os que já leram atenciosamente o livro do Apocalipse e tentaram contextualizá-lo.

Eu, particularmente sempre tive a seguinte preocupação: é possível que neste exato momento estejamos passando por algum período prescrito pelas profecias apocalípticas, logo, podemos literalmente estar dentro do apocalipse (em algum momento dele; Mateus 24 que são as dores do parto, o início da retirada dos selos e até mesmo o arrebatamento) sem nem mesmo nos darmos conta. Ora, como poderemos nos guiar para não sermos pegos de surpresa? Sabemos que as escrituras nos servem como bússola, e que devemos lê-la e ao mesmo tempo prestarmos atenção no tempo, nos acontecimentos que estão á nossa volta.

Veja este vídeo sobre a construção de Bunkers subterrâneos e tire suas próprias conclusões:

Apocalipse 6;12..: “Vi quando o cordeiro rompeu o sexto selo. Sobreveio grande terremoto; o sol se tornou negro (o sol se apaga), a lua inteira tornou-se como sangue. As estrelas caíram do céu para a terra (meteoros). O céu foi se recolhendo como se enrola um pergaminho, e todos os montes e ilhas foram removidos de seus lugares (inversão dos pólos da terra, continentes trocam de lugar e até de hemisférios). Os reis da terra, os grandes, os comandantes, os ricos, os poderosos e todo escravo e todo livre se esconderam em cavernas e entre as rochas das montanhas (abrigos subterrâneos construídos por governos para abrigar a elite; comandantes: presidentes, governadores, chefes militares. Ricos: milionários, estrelas do cinema, jogadores de futebol... Poderosos: empresários, políticos e donos das maiores empresas multinacionais do mundo)”.

Madara.

Texto retirado do blog Poeira cósmica, que serve para termos uma idéia do que é “a grande mudança de consciência” tão difundida entre os místicos da nova era. Leia, reflita e compare com os grandes enganos que a escritura nos avisa que estarão para ocorrer nos últimos tempos.

ANUNNAKI, NEFILINS, NIBIRU...
Anunnaki significa “Aqueles que desceram dos céus” na língua suméria; para os hebreus eram Nefilim, Elohim e para os egípcios antigo, Neter. Descobertas arqueológicas e artefatos recolhidos nos últimos duzentos e cinqüenta anos são a base da teoria de que uma avançada civilização proveniente de Nibiru – um planeta distante, mas do nosso próprio sistema solar – desembarcou na antiga Mesopotânia a aproximadamente 450 mil anos atrás; eram os Anunnaki, alienígenas que colonizaram a Terra com o propósito de extrair grandes quantidades de ouro. Sua mão-de-obra foi arrebanhada entre os humanos primitivos, que foram manipulados geneticamente.

Há 250 mil anos, o sistema de colonização alienígena começou a declinar em virtude da pouca produtividade e rebeliões dos escravos humanos, especialmente nas minas. “Os Anunnaki decidiram então criar um novo ser para substituir os humanos primitivos. O geneticista Enki e o chefe de medicina Ninhursag, realizaram diversas experiências e criaram um híbridos usando material do homo-erectus, de animais e dos próprios Anunnaki. O resultado foi o homo-sapiens, que veio ao mundo para ser escravo! Como os primeiros homo-sapiens eram híbridos, não se reproduziam. Como precisavam de mais escravos e o tempo que dedicavam para criarem mais servos estava comprometendo os volumes de produções, realizaram novas experiências que permitiram a auto-procriação de suas criaturas.

Quando os sapiens tornavam-se muito numerosos, parte deles era expulso das cidades Anunnaki e, assim, gradualmente espalharam-se pelo planeta. Mas as criaturas surpreenderam os criadores: eram belos e se desenvolviam muito bem. Algumas fêmeas começaram a servir de parceiras sexuais para os colonizadores. Essas uniões eram férteis, produziam prole. Mas isto era uma situação inaceitável para a elite dos Anunnaki que decidiram exterminar a população colonizada – a humanidade – provocando uma colossal inundação em época próxima à reentrada de Nibiru nas proximidades da órbita da terra. Esse dilúvio aconteceu há aproximadamente de 12 mil anos atrás.

Muitos humanos foram salvos por Enki, que simpatizava com aqueles que ele mesmo havia criado. Por milhares de anos, homens e mulheres foram escravos e soldados. Os Anunnaki usavam seus servos nas guerras que travaram entre si, na construção de palácios e cidades, em instalações astronômicas localizadas em todos os continentes. Eles ocuparam não somente a Mesopotâmia, como também o Egito, a Índia, as Américas. Por isso os sinais de sua presença são encontrados em praticamente todo o mundo.

Seis mil anos depois do dilúvio, os Anunnaki que aqui permaneceram resolveram que era hora de deixar o planeta e, gradualmente, conduziram a raça humana à independência, introduzindo um sistema sóciopolítico fortemente hierarquizado. Linhagens de reis foram estabelecidas, possivelmente considerando a descendência direta dos próprios Anunnaki: eram os “Iniciados”, versados em ciências como matemática e astronomia, conhecedores de técnicas de medicina, arquitetura e engenharia. Dinastias cuja continuidade era feita por meio “colégios” – os “colégios dos mistérios”.


OS NEFILINS

É impossível ignorar essas imagens.

As evidências estão em toda parte, denunciando um passado que desafia e ao mesmo tempo completa a ciência moderna.

Ao vê-las, você pode estar se perguntando:

"Se existem tantas provas incontestáveis dessa atividade sobre-humana, em diversos lugares, por que os governos, em particular o norte-americano, pioneiro em pesquisas espaciais e ufológicas e os das nações árabes, não informam à humanidade sobre isso?

De fato a resposta é simples!

Por que a revelação de que humanóides alienígenas gigantes, conhecedores de tecnologias avançadíssimas, há milhares, talvez milhões de anos, colonizaram a Terra e influenciaram geneticamente na formação da raça humana, causaria a ruína de todo o establishment contemporâneo.

Todas as instituições entrariam em colapso, porque fraudes milenares seriam descobertas.


O que aconteceria com a Igreja Católica, se as pessoas tomassem conhecimento de que são herdeiras genéticas de alienígenas?

Os cristãos se perguntariam: "- Então não somos feitos à imagem e semelhança de Deus?

Então Adão não existiu?"

O problema é que a mente humana, atualmente, está atrofiada!

Os praticantes do Cristianismo e do Islamismo, crêem cegamente em um ícone divino criador de todas as coisas, mas têm sido enganados pelas falsas interpretações das escrituras onde estão descritas as atividades dos "deuses-astronautas" no passado:

A bíblia e o alcorão, versões cristãs e islâmicas do Antigo Testamento, são compilações de antigas escrituras sumérias e mesmo os textos Vedas hindus, foram influenciados pelos babilônios.

Nestes textos, os Anunnaki têm sido sistematicamente citados como "anjos" e "mensageiros do Senhor", criando, acidentalmente ou intencionalmente, um equívoco histórico que tem mantido a humanidade submissa aos cleros e aos governos seculares e manipuladores, que desde de milhares de anos se organizam em sociedades secretas, manipulando o antigo conhecimento mesopotâmico.
No oriente as escrituras asiáticas são mais naturais e abertas em suas referências aos grandes "devas" que, no passado, voavam pelos céus em naves vímanas.

No ocidente ocorre o ocultamento total do assunto.

Instrumentos de repressão, como a Ordem dos Cavaleiros Templários e a Inquisição, foram usados para suprimir esses conhecimentos da humanidade e mantê-los nos porões da igreja católica ou sob o domínio de obscuros rabinos.

O que as pessoas pensariam se soubessem que a expressão "ser feito à imagem e semelhança de Deus", no caso do planeta Terra, se refere à manipulação genética de uma espécie semi-humana por outra super-humana, resultando numa outra espécie humana peculiar?

E temos que considerar que o termo "Deus" não era usado pelos sumérios.
Eles eram cientes da condição extraterrestre dos Anunnaki.

O aspecto "divino" desses seres começou à ser atribuído na medida em que seus herdeiros diretos na hierarquia de poder, os faraós do Egito, utilizavam essa condição para legitimar e garantir sua posição no poder, como "filhos dos deuses".

As sociedades que foram influenciadas diretamente pela Suméria, como as greco-romanas e indo-européias, distorceram a condição dos Anunnaki em relação aos sumérios, passaram a adorá-los como "deuses" e acabaram consolidando o politeísmo.
Divindades de diversos lugares como Zeus, Apollo e Posseidon, na Grécia; Ptah, Ra e Hórus no Egito; Brahma, Vishnu e Shiva, na India ou Odin, Thor e Loki, na Escandinávia eram os mesmos Anunnaki.

Entretanto, os hebreus que repudiavam o politeísmo egípcio e mesopotâmico, manipularam o conceito dos Anunnaki, de outra forma, adotando no singular o termo "elohim"(que é plural = deuses) para se referir à um Deus único.

Sitchin revela que isso ocorreu porque os semitas eram uma nação serviente à ENLIL, o autoritário e vingativo comandante Anunnaki que, se apresentava para os hebreus como Javé (YWHW) e teria formado uma aliança com esse povo, inclusive tendo-os guiado através do deserto, por quarenta anos, em direção à Cashemira, na India.

Que segundo Däniken, seria a verdadeira terra prometida e não a Palestina. Ele afirma que esse longo período no deserto, foi uma experiência feita por ENLIL para garantir a não interferência de outros povos na linhagem genética dos semitas, que eram seus protegidos (enlititas).
Apesar de ENKI ter sido literalmente o "senhor da criação" na Terra, a "administração" do planeta ficava sobre o comando de ENLIL, que na condição de sucessor direto de ANU, no governo de Nibiru, fazia valer sua autoridade entre os Anunnaki e os homens.
Determinando leis, impondo ordens e realizando feitos notórios que o deixavam na condição de "senhor da humanidade".

Alguns desses feitos foram decisivos para que ENLIL viesse a ser confundido como o Logos Criador do universo, ao longo da história:

*A decisão de manter o ADAPA e sua fêmea, sob sua guarda, quando ele foi trazido de volta de Nibiru.

*A decisão de expulsá-los da base EDIN quando atingiram a maturidade sexual.

*A decisão de deixar a humanidade perecer no dilúvio, que foi interpretada pela humanidade, não como uma demonstração de arrogância, mas como uma demonstração de poder sobre a vida e a morte.

*A decisão de assumir para si e seus descendentes a reconstrução da Mesopotâmia, após o dilúvio, o que consolidou sua condição de "senhor" das antigas nações do Oriente Médio.

*As vitórias do seu clã em várias disputas travadas com o clã de ENKI, mostravam o peso do seu poder de comando. Ele era sempre enaltecido como "Aquele que Decide os Destinos".

*A decisão de permitir que seu clã propagasse diversas línguas diferentes entre as civilizações dos homens para manter a dispersão dos povos, evitando a coesão de grupos rebeldes, uma vez que o incidente da Torre de Babel trouxe sérios problemas para os Anunnaki.

*A decisão de permitir que Sodoma e Gomorra fossem destruídas, em mais uma disputa com o clã de ENKI.

*A aliança com a nação hebraica, que acabou sendo o berço do Cristianismo.

*A entrega dos mandamentos recebidos por Moisés para manter o equilíbrio moral e social da sua nação protegida. A dizimação do exército egípcio, em perseguição aos semitas, no deserto, durante o êxodo.

*O combate dos hebreus às formas de adoração aos outros Anunnaki (politeísmo). Visando reduzir ao máximo a influência do clã de ENKI que ainda era forte no Oriente Médio.

Como a cultura Anunnaki influenciou o Cristianismo

Uma questão importante tem que ser levantada para entendermos como a cultura Anunnaki influenciou o Cristianismo:
Podemos presumir que Jesus, de descendência sumérico-hebraica, certamente sabia da existência dos Anunnaki.

Então como ele lidava com isso? Não se pode afirmar que Cristo se referia à ENLIL quando falava em Deus, porque na sua real condição de avatar ele dispunha de conhecimentos transcendentais que certamente iam muito além do mundo físico.

Pode-se supor que ele diferenciava as coisas, evitando a confusão de informações culturais e separando os conceitos de "espírito criador" e "matéria criadora".

Dessa forma, quando falava de Deus, pregando sua filosofia vida, ele estaria se referindo ao Logos Criador e não à ENLIL ou à qualquer outro Anunnaki.

Porém o peso da influência hebraica prevaleceu e a grande massa de cristãos e judeus não teria assimilado a filtragem feita por Jesus, e acabou mantendo o conceito distorcido de que ENLIL seria "O Deus Criador".

E até hoje o seu nome adotado pelos hebreus, Yahwe ou Javé (YWHW), é mencionado como sendo o nome de Deus.

Nesse contexto, podemos levantar uma ousada hipótese:

Tendo sido o império romano, um clone do império faraônico egípcio, sabemos que o politeísmo romano "sampleou" as deidades egípcias.

Aprendendo a história da mesopotâmia, sabemos que os seus deuses e semi-deuses, não eram outros senão ENLIL, ENKI e seus descendentes e agregados.
Muitos corrompidos pelo poder e pela adoração dos homens, eram capazes de tudo para perpetuar suas glórias.

Lembremos que o ofício do sacerdócio começou na mesopotâmia (ou mesmo antes, na Lemúria e Atlântida), onde os Anunnaki transmitiam conhecimentos de ciências e ocultismo, para um seleto grupo de iniciados.

O que no começo era para o bem comum, com o passar do tempo acabou sendo usado para manutenção de poderes.

E esses grupos e sociedades secretas se tornaram ferramentas políticas.
Então ficam no ar, as seguinte questões:


• Os sacerdotes e profetas que não se prestavam à esses objetivos obscuros, não teriam se tornado uma ameaça ao poder de grupos Anunnaki, e seus afins (faraós, imperadores, reis, césares, etc)?

• Teria sido, a perseguição dos egípcios e romanos aos que pronunciavam mudanças sociais como o nascimento de avatares, como Cristo, uma repressão programada para impedir ameaças a estrutura de poder criada pelos Anunnaki?

• Não teria sido, a perseguição e crucificação de Cristo e seus seguidores, uma medida tomada "acima" da esfera de poder romana?

Os Annunaki em painéis sumérios, assírios, egípcios e maias.

Nas quatro civilizações, a evidente presença de seres extraterrestres gigantes. A imagem da direita é conhecida como o "astronauta de Palenque"

Quero deixar claro aqui, que não tenho a intenção de questionar ou negar a existência do Logos Criador e nem afirmar que todos os Anunnaki agiam como deuses, pois mesmo entre os Anunnaki, havia o conhecimento desse poder original.

Algumas placas sumérias continham um diário de ENKI, que foi traduzido por Sitchin e publicado com o título "O Livro Perdido de ENKI".

Nessas crônicas ele revela que durante o conselho no qual foi decidido que ele deveria criar um híbrido terrestre-alienígena através de engenharia genética, ENLIL protestou duramente, argumentando que os Anunnaki tinham vindo à Terra para mineração e não para "brincar de Deus".

Eles sabiam perfeitamente da existencia do Logos primordial, responsável pela criação e expansão da energia e da matéria que compõe o universo, mas na condição de mestres das ciências, eles não se opuseram a possibilidade de interferir na evolução natural de mundos em formação, como a Terra, no passado, porque o ecossistema de seu planeta natal estava ameaçado e sob a pressão das circunstâncias eles precisavam de mão de obra para a mineração da Terra, como já foi dito antes.

Como ENLIL, sempre rivalizou com ENKI, ele utilizava frequentemente essa polêmica para acirrar suas disputas de poder, mas mesmo assim não deixava de ter uma certa razão ao expor todos os riscos inerentes às experiências de manipulação genética e ao perigo de se interferir na ordem natural das coisas.
A vastidão do universo dá certeza de que a vida é um fenômeno constante em incontáveis mundos, sendo prova irrefutável da existência desse Logos Criador.

E de fato, é interessante pensar na possibilidade de que outros seres tão inteligentes, poderosos e qualificados quanto os Anunnaki, viajem de mundos em mundos, espalhando, modificando ou aperfeiçoando a vida e contribuindo para um propósito cósmico maior.

Certamente que esse assunto incomoda a maioria das pessoas, mas nos tempos atuais, de avançada tecnologia, onde viagens espacias e biogenharia são assuntos correntes na mídia, essa verdade ancestral poderia e deveria ser divulgada.

Esse conhecimento seria fundamental para a preparação da humanidade para a próxima passagem do planeta Nibiru.

Fonte: Poeira cósmica

FAB define regras para informes sobre ovnis (veja o vídeo)


video

Portaria determina que oficiais devem catalogar registros, que serão enviados ao Arquivo Nacional
A Força Aérea Brasileira (FAB) está definindo regras para lidar com informes de aparições de objetos voadores não identificados, os ovnis. Segundo portaria publicada ontem no Diário Oficial, os oficiais devem receber e catalogar os registros referentes a ovnis relatados, em formulário próprio, por usuários dos serviços de controle de tráfego aéreo e encaminhá-los aos livros do Comando da Aeronáutica.

Investigações oficiais sobre ovnis no Brasil, conduzidas com a participação da FAB, já foram realizadas no passado. Agora, segundo o primeiro artigo da portaria, as atividades do Comando da Aeronáutica devem se limitar “ao registro de ocorrências e ao seu trâmite para o Arquivo Nacional”.

“O Comando da Aeronáutica não dispõe de uma estrutura especializada para realizar investigações científicas a respeito desses fenômenos aéreos”, diz nota da FAB.

Segundo a FAB, os registros serão enviados ao Centro de Documentação e Histórico da Aeronáutica (Cendoc) e, depois, ao Arquivo Nacional, para que a sociedade tenha acesso.

Hoje, o Arquivo Nacional tem sob sua guarda relatos sobre ovnis, fotografias e desenhos reunidos pelo governo entre 1952 e 1989. Ao total, são 1.562 páginas de documentos que tratam desses objetos e luzes não identificadas nos céus.

Os papéis mostram, inclusive, a participação oficial do governo nas investigações de objetos luminosos desconhecidos. Esses documentos eram sigilosos até recentemente, tendo sido liberados ao acesso público entre outubro de 2008 e setembro de 2009. A entrega dos dados sobre ovnis ocorreu após um pedido feito pela Comissão Brasileira de Ufólogos (CBU) à Casa Civil, em 2007.

Recentemente, a Grã-Bretanha divulgou arquivos sobre ovnis, revelando aumento significativo de informes na época do lançamento de filmes como Independence Day.

Relatos desde 1952
As Forças Armadas colecionam relatos sobre objetos voadores não identificados (ovnis) desde 1952 e o Serviço Nacional de Informações (SNI), órgão de espionagem da ditadura militar, confeccionou um documento confidencial de 86 páginas no qual apresenta diversos relatos sobre aparições de ovnis em território brasileiro.

O material foi produzido quando o SNI integrou uma missão da Aeronáutica no Pará e no Maranhão entre 1977 e 1978, depois que jornais da região divulgaram a ocorrência de “luzes misteriosas, causadoras de mortes e alucinações”. O documento foi revelado em 2009 pelo jornal Folha de S.Paulo.

Fonte: O pioneiro

 

Quem é Zecharia Sitchin ?



Zecharia Sitchin (nascido em 1922) é um historiador e autor de livros defendendo uma versão da teoria dos astronautas antigos para a origem da humanidade. Ele atribui a criação da antiga cultura suméria aos "annunaki" (ou "nefilim"), uma raça extraterrestre nativa de um planeta chamado Nibiru, que se encontraria nos confins do Sistema Solar. Ele afirma que a mitologia suméria é a evidência disto, embora suas especulações sejam descartadas alguns cientistas, historiadores e arqueólogos convencionais, que discordam de sua tradução e interpretação dos textos antigos.

BIOGRAFIA
Sitchin nasceu em Baku, Azerbaijão, e foi criado na Palestina. Adquiriu conhecimentos do hebraico antigo e moderno e outras línguas européias e semíticas, do Velho Testamento e da história e arqueologia do Oriente Próximo. Sitchin formou-se pela London School of Economics, da Universidade de Londres, graduando-se em história econômica. Foi jornalista e editor em Israel durante muitos anos, vivendo atualmente na cidade de New York, onde edita seus livros. Suas obras foram largamente traduzidas, inclusive para o braille, e comentadas em programas de rádio e televisão.

IDÉIAS
De acordo com a interpretação que Sitchin faz da cosmologia suméria, haveria um planeta desconhecido de nossa ciência que segue uma órbita elíptica e demorada, passando pelo interior do Sistema Solar a cada 3.600 anos.Este planeta chamaria-se Nibiru (associado ao deus Marduk na cosmologia babilônia). Segundo Sitchin, Nibiru teria colidido catástroficamente com Tiamat, outro planeta hipotético, localizado por Sitchin entre Marte e Júpiter. Esta colisão supostamente teria formado o planeta Terra, o cinturão de asteróides, e os cometas. Tiamat, conforme descrito no Enuma Elish, o épico da Criação mesopotâmico, é uma deusa.De acordo com Sitchin, contudo, Tiamat era o que é agora conhecido como Terra. Quando atingido por uma das duas luas do planeta Nibiru, Tiamat teria partido-se em dois. Numa segunda passagem, o próprio Nibiru teria atingido os fragmentos e metade Tiamat tornaria-se o cinturão de asteróides. A segunda metade, novamente atingida por uma das luas de Nibiru, seria empurrada para uma nova órbita e tornaria-se o atual planeta Terra. Este cenário é dificil de ser conciliado com a atual pequena excentricidade orbital da Terra de apenas 0,0167. Os defensores de Sitchin mantém que isso explicaria a peculiar geografia antiga da Terra, devido á acomodação após a colisão celeste, entenda-se, continentes sólidos de um lado e um oceano gigantesco do outro. Embora isto seja consistente com a hipótese do impacto gigante que teria originado a Lua, estima-se que esse acontecimento tenha ocorrido 4, 5 bilhões de anos atrás. {{Carece de fontes/bloco}}

O cenário delineado por Sitchin, com Nibiru retornando ao interior do Sistema Solar regularmente a cada 3.600 anos, implica numa órbita com um eixo semi-principal de 235 unidades astronômicas, estendendo-se do cinturão de asteróides até 12 vezes mais distante do Sol que Plutão. "A teoria da perturbação elementar indica que, sob as circunstâncias mais favoráveis de escapar-se de impactos diretos com outros planetas, nenhum corpo com uma órbita tão excêntrica conseguiriam manter o mesmo período por duas passagens consecutivas. Dentro de doze órbitas, o objeto seria expulso ou converteria-se num corpo de período breve. Portanto, a busca por um planeta transplutoniano por T. C. Van Flandern, do Observatório Naval dos EUA, que Sitchin usa para justificar sua tese, não se sutenta", afirmou C. Leroy Ellenberger, em seu artigo Marduk Unmasked, em Frontiers of Science, de maio-junho de 1981.

De acordo com a teoria de Sitchin, "posto isto, a partir de um começo equilibrado, os nefilim evoluíram em Nibiru 45 milhões de anos à frente do desenvolvimento comparado na Terra, com seu ambiente claramente mais favorável."[carece de fontes] Ainda segundo Ellenberger em seu artigo, "Tal resultado é improvável, para dizer o mínimo, uma vez que Nibiru passaria 99% de seu período além de Plutão.[carece de fontes] A explicação de Sitchin que o calor de origem radioativa e uma grossa atmosfera manteriam Nibiru aquecido é absurda e não resolve o problema da escuridão no espaço profundo. Também inexplicado é como os nefilim, que evoluíram muito depois da chegada a Nibiru, sabiam o que aconteceu com o planeta quando entrou pela primeira vez no Sistema Solar. De acordo com Sitchin, Nibiru era o lar de uma raça extraterrestre humanóide e tecnologicamente avançada chamada de annunaki no mito sumério, que seriam os chamados Nefilins da Bíblia. Ele afirma que eles chegaram à Terra pela primeira vez provavelmente 450.000 anos atrás, em busca de minérios, especialmente ouro, que descobriram e extraíram na África. Esses "deuses" eram os militares e pesquisadores da expedição colonial de Nibiru ao planeta Terra. Sitchin acredita que os annunaki geraram o Homo Sapiens através de engenharia genética para serem escravos e trabalharem nas minas de ouro, através do cruzamento dos genes extraterrestres com os do Homo Erectus. Ele afirma que inscrições antigas relatam que a civilização humana de Suméria na Mesopotâmia foi estabelecida sob a orientação destes "deuses", e a monarquia humana foi instalada a fim de prover intermediários entre a humanidade e os annunaki. Ele crê que a radioatividade oriunda de armas nucleares usadas durante uma guerra entre facções dos extraterrestres seja o "vento maligno" que destruiu Ur por volta de 2.000 AC (segundo ele, o ano exato seria 2.024 AC), descrito no Lamento por Ur. Ele afirma que sua pesquisa coincide com muitos textos bíblicos, e estes seriam originários de textos sumérios.


Bibliografia de Sitchin

O 12ºPlaneta
A Escada para o Céu
Guerra de Deuses e Homens
Os Reinos Perdidos
Gênesis Revisitado
When Time Began
Encontros divinos
O código cósmico
O começo do tempo
O livro perdido de Enki
O fim dos dias

(bloco de argila com as gravuras dos Anunnakis feita pelos sumerianos)

 

Cientistas da Nasa descobrem possiblidade de vida em Saturno


Pesquisadores identificaram hidrocarboneto líquido em um dos lagos da lua। (Foto: Reprodução/ Nasa)
A conclusão partiu do questionamento sobre a variação na quantidade de hidrogênio e acetileno em Titan, que poderiam estar sendo consumidos por organismos vivos. Um dos estudos mostrou que moléculas de hidrogênio da atmosfera da lua estavam sumindo quando chegavam à superfície.
Outra pesquisa mapeou os focos de hidrocarbonetos na região e descobriu "buracos" na quantidade de acetileno. Segundo os cientistas, as substâncias serviriam de alimento.
De acordo com os pesquisadores, se a hipótese for confirmada, ela representaria uma segunda forma de vida no universo, independente da ingestão de água, como é na Terra. A partir de análises de lagos observados na lua de Saturno, os cientistas concluíram que pelo menos um deles contém hidrocarboneto na forma líquida. O resultado tornaria Titan o único local no sistema solar, além da Terra, a ter líquido em sua superfície, dizem os pesquisadores.

Fonte: G1

Verdade sobre ETs será revelada em breve, diz cientista


De acordo com o físico Stanton Friedman, governos encobrem a existência de extraterrestres. O cientista diz que a "verdade" sobre os ETs será revelada em breve e caso se tornará "Watergate cósmico".
O físico Stanton Friedman, que trabalhou por décadas em desenvolvimento de foguetes para algumas das maiores agências espaciais do planeta, diz que os alienígenas existem, estão nos visitando há muito tempo e que essa verdade será revelada em breve. "Alguns óvnis são espaçonaves inteligentemente controladas extraterrestremente, e essa é a maior história do milênio. (...) Estou convencido de que estamos lidando com um Watergate cósmico", diz Friedman. As informações são do Live Science.
Friedman afirma que há duas razões principais para que as fortes evidências de aliens não sejam conhecidas melhor. A primeira seria uma suposta grande conspiração que perdura décadas e que envolveria oficiais de alto escalão. De acordo com ele, a outra é que cientistas que podem exibir essas evidências estão com medo, não apenas daqueles que participam da suposta conspiração, mas também de admitir que a ciência estava errada.
Por outro lado, o físico diz acreditar que a verdade sobre os óvnis será revelada em breve. "Eu continuo otimista, antes de morrer, e eu tenho 75 anos, eu vou pegar pelo menos uma parte dessa história, de que não estamos sozinhos no universo", diz o pesquisador.
Friedman se junta a um grupo de cientistas e famosos que está convencido de que existe vida extraterrestre inteligente e que está já chegou até nós.
Junto com o físico, está o astronauta Edgar Mitchell, que participou do programa Apollo, que também afirma que os aparecimentos de ETs é escondida pelos governos (o próprio Mitchell disse nunca ter visto um óvni, mas acredita no alien de 1947 em Roswell, no Novo México).
Segundo a reportagem, outro defensor de que os ETs existem é o psiquiatra John Mack, ex-professor da Universidade de Harvard, que passou anos estudando pessoas que dizem ter sido abduzidas, sondadas e sofrido experimentos de aliens.

sexta-feira, 25 de junho de 2010


Tempestade solar pode atingir a Terra em 2013



O calendário maia estava errado - pelo menos é o que dá a entender o alerta da Nasa, a agência espacial dos EUA, sobre uma possível tempestade solar que pode ser devastadora. O apregoado fim mundo, portanto, pode ser em maio de 2013 - e não em 2012, como previa a antiga civilização.

Caso a previsão dos cientistas da Nasa se confirme, o vento solar prejudicá os sistemas de telecomunicação como televisão e a internet e a energia, com efeitos 20 vezes mais intensos do que provocou o furacão Katrina.

Apesar da distância do Sol da Terra, cerca de 150 milhões de quilômetros, os pesquisadores da Nasa estão preocupados com essa grande tempestade solar. Isso porque, de acordo com estudos, o Sol está cada vez ativo. No futuro, se essa atividade continuar aumentando, as pessoas serão afetadas pelas tempestades solares da mesma maneira que são pelo clima da Terra.

Em 1859, ocorreu uma tempestade geomagnética do tamanho da prevista para 2013. Conhecida como "Evento Carrington", por ser testemunhado pelo astrônomo Richard Carrington, a tempestade causou incêndios em escritórios de telégrafos, eletrificou cabos de transmissão e produziu auroras boreais intensas.

Se o mesmo ocorrer, seriam necessários entre quatro e dez anos para reparar os danos causados pela atividade do Sol. Mas a Nasa acredita que os danos podem ser menores, se os pesquisadores conseguirem prever com mais exatidão ainda a chegada de uma tempestade. Assim, as empresas de telecomunicação e ligadas à energia elétrica poderiam se precaver protegendo seus instrumentos.

As sondas espaciais Stereo, ACE e SDO transmitem a cada minuto informações atualizadas sobre o que acontece com o Sol. Isso permite que os pesquisadores monitorem e analisem as erupções solares permanentemente. Então, por enquanto, não há motivo para desespero.

Fonte: Yahoo

Nasa: poderosa chuva de meteoros pode atingir a Terra em 2011



A Nasa - agência espacial americana - começou a avaliar os riscos para satélites e naves espaciais em órbita da Terra, como a Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês), devido a uma poderosa chuva de meteoros que deve atingir o planeta em 8 de outubro de 2011. O fenômeno ocorre no outono do hemisfério norte, vai durar sete horas e deverá ser especialmente violento.

A Nasa pode, inclusive, redirecionar a ISS. William Cooke, do Marshall Space Flight Center (Huntsville, Alabama), ligado à agência espacial, disse que os especialistas preveem uma grande chuva e esperam um pico de várias centenas de meteoros por hora.

Duas outras chuvas fortes ocorreram em 1985 e 1998, mas não causaram problemas nos satélites e naves em órbita. Desta vez, a probabilidade de problemas também não é alta. No entanto, Cooke diz que a prevenção é importante e que a próxima tempestade não deve ser ignorada.

Segundo Cooke, a ISS tem um escudo contra as rochas do espaço e, se necessário, pode ser redirecionada. O mesmo se aplica ao telescópio Hubble. O cientista incentiva programadores a determinar se é necessário preparar estratégias de defesa. "Se um meteoro esporádico atinge você, é má sorte. Se isso ocorre durante uma chuva de meteoros, é negligência", diz o cientista.

Fonte: Terra